Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Miguel Braz e Carolina Ruivo vencem Internacional de Skimboard 2018

João Sousa, Eoin Lally, Alejandro Montañes Baena e José Soler Lopez venceram nas
categorias Masters, Sub 18, Sub 14, e Seniores, respetivamente.

 

Terminou este domingo o Internacional de Skimboard 2018, inserido no Santa Cruz Ocean Spirit, que decorreu nos dias 21 e 22 de julho na praia do Mirante, em Santa Cruz, Torres Vedras. Esta é a prova rainha do evento, que todos os anos atraí atletas dos quatro cantos do mundo. Este ano a prova contou com a presença forte de atletas espanhóis, tendo um representante em cada categoria.

O dia começou nas meias-finais do Open masculino, com 15 minutos para cada bateria. A contar apenas as duas melhores ondas, das 12 que os atletas podem fazer, a prova foi bastante renhida entre Ricardo Dias, Juanlu González, Miguel Brás e Valentín Iznairskyy. Nesta fase, Juanlu mostrou que seria um forte candidato à vitória, ao finalizar a bateria com 12.83 pontos no total, em 20 possíveis. Foi aqui que o algarvio Miguel Braz também esteve muito bem, começando a traçar o caminho para o pódio, ao terminar com 8.86 pontos no total.

Na segunda bateria do dia, João Girbal e Simão Pinto também se juntaram à lista dos finalistas, ao eliminar o local Henrique Fonseca e o veterano Hugo Santos, com 8.70 e 8.40, respetivamente.

Na grande final, a pressão recaiu primeiro sob a categoria Sub 14, onde o espanhol de 12 anos Alejandro Montañes Baena fez a equipa espanhola vibrar na areia. Pela primeira vez a competir em Santa Cruz, a jovem promessa do skimboard foi apanhada de surpresa. “Não foi fácil. Estava muito renhido e esforcei-me imenso! Estou muito contente com este resultado”, afirmou. Jaime Díaz Yedro, Duarte e Gonçalo Ferreira, ficaram em segundo, terceiro e quarto lugares, respetivamente.
Nos sub 18, o destaque foi para Eoin Lally. Também a competir nestas águas pela primeira vez, o irlandês não podia estar mais satisfeito com esta vitória. “As ondas são muito divertidas e diverti-me imenso nesta prova. Os portugueses são todos simpáticos e amigáveis. Espero voltar a competir aqui no próximo ano.” Eoin terminou a bateria com 11.40 pontos no total, deixando Rafael Ruivo em segundo lugar, com 10.43, João Luz em terceiro, com 9.54, e Miguel Ramos em quarto, com 7.14 pontos no total.
Nos seniores, o combinado foi que quem perdesse pagava o jantar. O azar calhou a Javier Sigüenza Jacobo, que acabou por perder para o conterrâneo José Soler Lopez. “Pela primeira vez venci em Santa Cruz, que é um sítio espetacular para a prática dos desportos aquáticos”, referiu.
Sem competir desde 2010, João Sousa mostrou que a idade é só um número, ao vencer nesta categoria. “Faço um balanço muito positivo deste campeonato”, disse o master de 40 anos, relembrando os primórdios do skimboard em Santa Cruz. “A comunidade de skimming é diferente de outra qualquer. Toda a gente se conhece e mesmo que os anos passem continuamos todos por cá e é sempre uma grande alegria. Ontem, entrei na bateria contra o
Silvestre Eric, que é francês, e já não competíamos um contra o outro há 15 anos.”
Já na categoria feminina, Carolina Ruivo foi a grande vencedora. “De forma geral, tivemos melhores condições que no ano passado. No que toca às atletas, a Matilde deu bastante luta. Aliás, pensava que ela tinha vencido. Estou muito contente e parabéns à organização”, afirmou a atleta de Santa Cruz, que terminou a prova com uma pontuação total de 9.27.
Na grande final Open, os ânimos foram ao rubro. Miguel Braz não deu tréguas aos adversários, entrando logo no heat a fazer um tubo de backside. Por seu turno, Simão Pinto, Juanlu e João Girbal também não quiseram deixar passar em branco, respondendo sempre a altura, mostrando que no skimboard também se sabe jogar (sempre fair-play). Mas o resultado foi favorável para Miguel, que tem andado focado nos treinos. “Santa Cruz é uma das minhas
praias favoritas e é um prazer ter estado cá a competir e vencer”, disse satisfeito, após conseguir a pontuação mais alta do campeonato, um 15.30 no total. O segundo lugar foi para Simão, deixando Juanlu e João com os terceiros e quartos lugares, respetivamente.

Com um prize money no valor 3500 euros, as categorias OPEN e OPEN feminino foram disputadas por homens e mulheres de qualquer idade. A prova contou ainda com categorias por escalões: sub 14, sub 18, Seniores (homens com mais de 18 e menos de 28 anos) e Masters (homens maiores de 28 anos).
O Internacional de Skimboard Santa Cruz Portugal é um campeonato inserido no Ocean Spirit e teve o patrocínio da Manel Sport, da Wanted Shapes, Rskim, Enjoy Surf School e Associação Sealand Santa Cruz e conta com o apoio institucional da Câmara Municipal de Torres Vedras e ainda com o apoio da Federação Portuguesa de Surf, da ContaFirme e da Freak Traction.